Os 10 anos de criação da Diocese


10 anos de Diocese

No dia 29 de dezembro de 2004, o então Papa João Paulo II cria a Diocese de Castanhal, e assim, dar o primeiro passo para a construção e organização diocesana. Dom Carlos Verzeletti inicia assim uma nova missão: conduzir, como bom pastor, a igreja de nossa região, traçando novos rumos para a evangelização presente nas 30 paróquias.

Também teve início um grande desafio para a nova Diocese: construir a Catedral Santa Maria Mãe de Deus, através de campanhas, orações e muito trabalho. Castanhal aos poucos viu ser erguido o templo do senhor em homenagem a Santa Maria Mãe de Deus, padroeira da Diocese de Castanhal.

A cada etapa da construção, o desejo de partilhar e levar a mensagem do evangelho a mais fiéis crescia. Dessa forma, muitos participavam de diversas maneiras, guiados pelo exemplo de Maria e fortalecidos na fé Cristã, possibilitando a construção, não apenas do templo material, mas firmando em cada pedra, em cada parede, a solidez da fé presente na igreja de Jesus.

A cada passo da Catedral, Ali estava Dom Carlos Verzeletti, trabalhando incansavelmente, celebrando ainda em meio a construção, animando, e conduzindo todos os que se envolviam, e até mesmo aqueles mais distantes acabavam participando do projeto evangelizador na Diocese de Castanhal.

Nas comunidades mais próximas até as mais longínquas, a presença da organização diocesana foi chegando e colaborando, fortalecendo ainda mais a unidade de nossa igreja, são comunidades Ribeirinhas, comunidades quilombolas, comunidades indígenas e tantas outras que fazem parte da Diocese como uma grande família.

Nesses 10 anos de vivencia na palavra, muitas iniciativas e ações importantes foram tomadas e conduzidas pelo Bispo diocesano, possibilitando um maior anuncio da boa nova. Um exemplo é a atenção dada à Romaria de Nossa Senhora de Nazaré, hoje a segunda maior do estado, pois Com a criação da Diocese a Romaria passou a impulsionar mais Romeiros, que partilham e testemunham a fé cristã, e a devoção a Maria.

Também há a Caminhada da Juventude, onde anualmente centenas de jovens, com alegria caminham para Salinas, mas a caminhada é de fé, onde a juventude também testemunha e convida outros a testemunharem Jesus em suas vidas.

A igreja em Castanhal e região, possui muitos projetos que beneficiam pessoas que necessitam de um olhar diferenciado de acolhida, como a casa de acolhida, com o nome e o exemplo da beata Madre Tereza de Calcutá; as casas de recuperação para dependentes químicos, além dos trabalhos de acolhida a moradores de rua, e tantas outras obras que a cada dia ajuda mais pessoas que necessitam, e muitas vezes vivem em situações de vulnerabilidade social.

Uma das grandes conquistas da Diocese é a escola de Música, que através da arte, leva a mensagem de Cristo ao próximo. Atualmente a escola funciona na catedral, mas seu prédio já está sendo construído com animo e determinação dos vários fiéis e religiosos que se empenham na estruturação do espaço.

Em comemoração e reflexão aos 10 anos de criação da Diocese de Castanhal, 10 igrejas estão sendo construídas, por diversas mãos que se unem e fortalecem as várias comunidades que estão surgindo na cidade Modelo. São muitos anos de evangelização, que se materializam nas obras e na alegria da necessidade de mais templos para o povo de Deus.

A partilha, a avaliação, o planejamento, estiveram presente nas três assembleias da Diocese, que possibilitaram e possibilitam muitos frutos nas comunidades, onde os fiéis e leigos se unem para fortalecerem a evangelização.

O Presente

A diocese completa 10 anos e já ganhou seu presente: um mosaico com mais de 300m², composto por três milhões de fragmentos rochosos, o único feito pelo artista, padre Marco Rupinik na América Latina, trazendo um brilho a mais para a catedral, e uma grande reflexão para toda a Diocese de Castanhal.

Nos 10 anos de existência, muitas obras foram e ainda estão sendo feitas para que mais pessoas façam a experiência de Jesus em suas vidas, e sejam apresentadas a Jesus, por isso, todos os fiéis são convidados a partilharem com alegria o testemunho vivo de Cristo. E assim, também participar do sim de Santa Maria Mãe de Deus, que com seu exemplo nos direciona a Jesus.

Luíz Tavares


19 visualizações