O que foi a 9ª Caminhada da Juventude


Hoje fazem dois dias que já se passaram da 9ª Caminhada da Juventude. Momento experimentado com muita graça e solicitude por parte dos jovens que se fizeram presentes naquele importante momento de missão.

O encontro da Caminhada começou ainda na quarta-feira, 22 de julho, e foi até o domingo 26, quando se encerrou com a primeira adoração feita antes do nascer do sol no promontório do Atalaia.

O que mais se destacou nesta caminhada foi a missão realizada pelos jovens dentro da cidade de Salinópolis, visitando de casa em casa e se encontrando em momentos específicos para as grandes celebrações, shows e formações.

Segundo alguns dos organizadores, a programação deste ano foi mais proveitosa porque os jovens puderam tirar ainda mais proveito tendo contato com realidades diversas das pessoas à quem visitaram. Depararam-se com doentes, sofrimentos, pobreza, recusas e muitas outras situações que serviram para aqueles jovens repensarem sua vida e compromisso diante da sua comunidade e família.

Para o encerramento, dois mil jovens cruzaram a cidade de Salinópolis, numa procissão gigante encabeçada pelo Bispo Dom Carlços Verzeletti que se manteve a frente, chegando primeiro a rotatória onde houve um primeiro momento de descanso e adoração, isso tudo da noite do sábado (25) até a madrugada do domingo 26, com oração, canto e muito louvor até que chegassem ao local da adoração, o famoso e esperado Promontório.

Você que nunca participou da caminhada, deve estar se perguntando que local é esse? Pois bem, respondo. O Promontório do Atalaia é uma elevação de terra e pedras que está no final da praia do Atalaia na cidade de Salinópolis (cerca de 50 metros acima do mar), local de onde os jovens puderam desta vez apreciar o nascer do sol.

Foi uma noite de vigília, realizada com adoração e celebração da missa, num ambiente que visualmente já favorecia a reflexão e uma maior intimidade com Deus. Muitos dos jovens estavam realmente cansados, outros conseguiram até o fim, se manter de pé e aproveitar ao máximo daquele momento, que de tão especial, pareceu passar muito rápido.

No final, o Padre Paulo Vitor, coordenador diocesano da juventude, disse que devemos esperar até o próximo ano para sabermos de fato como será a próxima caminhada da juventude, visto que a cada ano cria-se um enigma, se haverá ou não a Caminhada da Juventude. Brincou o padre.

Acompanhe as fotos da 9ª Caminhada aqui. (estamos ainda atualizando o album)


52 visualizações