Faça com gosto o seu dever


Estava visitando uma escola profissional e um estudante me fez a seguinte pergunta: “Como enfrenta o seu trabalho?” Me veio em mente o versículo bíblico que diz de “fazer com gosto o seu dever, de coração verdadeiro, como agrada a Deus, e não porque temos a obrigação” (1Pd 5,2). Fazer motivado suas atividades dá força e brilho: tudo se realiza mais facilmente e mais veloz. Quem tem uma postura de alegria em relação a vida, nem vê os pequenos obstáculos, e os grandes os enfrenta com coragem. Quem é constantemente triste, facilmente terá medo de encontrar obstáculos na caminhada, não grandes dificuldades, mas o medo de não fazer e a preguiça, fazem pedrinhas de poucas gramas parecerem que têm toneladas. A alegria aperfeiçoa as coisas que estamos fazendo, enquanto a angústia, o sofrimento passivo e a tristeza são como um verme que corrói. Procuremos encher de boa vontade os nossos compromissos. A vida dos cristãos deve ser virtuosa, mas não triste. Os santos observavam de não caírem nessa armadilha: “Tristeza do homem, alegria do diabo! Quem ama o seu trabalho o transforma em uma missão, a recompensa não tardará: a espera do justo é alegria” (Pr 10,28).


10 visualizações