Um obrigado ao Padre Davide! Nossa Diocese te agradece


Nesta semana partiu em retorno à Itália (no dia 27 de dezembro), Pe Davide D'Alessio, teologo que era formador na Diocese de Castanhal, veja um pouco mais da história deste bravo sacerdote.

Foram alguns anos em Castanhal, precisamente seis, o necessário para se conhecer a profundidade de um ser humano, onde a missão e o discipulado estão arraigados na expressão física e no coração de um homem.

Estamos falando do Pe. Davide D’Alessio, 47 anos, italiano, vindo da Arquidiocese de Milão, onde lá foi ordenado sacerdote que, além das suas atividades ministeriais em comunidades locais, como uma bela atuação pastoral com os jovens e famílias, era também Professor de Teologia Fundamental no Seminário São Pedro .

Foi uma escolha radical de sua parte, que deixou os que o conheciam um tanto surpresos e admirados, quando anunciou sua vinda missionária ao Brasil (fonte: Voce di Settembre/2011). Chegando aqui, foi logo exercendo o que de mais belo sabe realizar, a missão de formador, sendo Professor de Teologia no Instituto Dom Vicente Zico e, posteriormente, na Faculdade Católica de Belém.

Na Diocese de Castanhal, seu destino no Brasil, ficou residindo às margens da Rodovia Castanhal - Curuçá, Km 07, precisamente no Conjunto São Carlos Borromeu, que é um lugar surgido por iniciativa de Dom Carlos Verzeletti, onde vivem famílias já expulsas de área invadida e já acolhidas pelo próprio Bispo nas dependências da Catedral Santa Maria Mãe de Deus, no início da sua construção. Para quem conhece a disposição deste homem , tratou-se de um lugar fértil, numa realidade periférica, onde tantos que sofrem do abandono social e, em muitos casos, da presença da Igreja, tiveram, sem dúvida, atenção e acompanhamento por parte dele.

Pe. Davide, também, assumiu a formação da Lectio Divina, ponto de partida que ilumina a caminhada dos Animadores das Pequenas Comunidades. Pregou Retiros do Clero, partilhando conhecimentos e informações e foi o responsável pela Escola Diaconal Santo Estevão que, no período de quatro anos , formou 56 Diáconos Permanentes das diversas paróquias da Diocese.

Com a criação da Paróquia Beato Paulo VI e Santa Tereza de Calcutá, Paróquia esta que, apesar de estar na cidade de Castanhal, também tem as comunidades rurais, aí foi sendo Vigário Paroquial onde, na simplicidade do seu jeito de ser foi entrando na alma do povo, se misturando com aquele Povo de Deus, se fazendo pequeno com os pequenos.

Ao Padre Davide, por tudo que fez, e a profundidade com o que foi feito, nestes anos de sua permanência entre nós, Povo da Igreja de Castanhal, a nossa humilde oração, o nosso afeto e estima , esperando que continue a vir para a formação da Lectio Divina e que a partilha da experiência missionária, aqui, na Amazônia do nordeste do Pará, seja compartilhada com a Igreja da Arquidiocese de Milão.


66 visualizações