ENCONTRO DO SETOR JUVENTUDE NA CATEDRAL DEFINE ATIVIDADES PARA O ANO DE 2018


A liderança jovem diocesana se reuniu no último sábado, 13 de janeiro, na catedral, para tratarem de tópicos importantes no progresso das atividades do Setor Juventude neste ano de 2018. Debateram e articularam temas a serem desenvolvidos, como: Campanha da Fraternidade 2018, a nova estrutura dos encontros no Cenóbio, visto que este ano serão 2 por semestre, onde um será formativo e outro espiritual. No mesmo encontro de sábado decidiu-se que o próximo Acamps será direcionado apenas para Animadores Paroquiais, de grupos e assessores do Setor Juventude e que serão apenas 2 fichas por paróquia, com formação baseada no DOCAT (Doutrina social da igreja com linguagem voltada aos jovens) Para o encontro formativo no Cenóbio foram propostos os tópicos a serem trabalhados sendo eles: Subsídios e documentos como o Documento 85, Evangelização da juventude Desafios e perspectivas pastorais; e o Documento 105, Cristãos leigos e leigas na Igreja; tema da diocese sobre o Ano do Laicato; Documento Preparatório do Sínodo dos Jovens; DOCAT (política e o cristão; sexualidade; jovem e a família além de outros tópicos que estão presentes na doutrina social da igreja). Espiritualidade Dentro da espiritualidade serão tratadas três dimensões: jovem e jovem; jovem e Deus; jovem e os irmãos. O intuito é fazer o jovem refletir à luz da Palavra, do silêncio e do encontro com Jesus eucarístico, quem ele é (o jovem), quem é Deus na vida dele, quem é o irmão e qual amor se tem pelo irmão. Na prática

Quanto aos encontros do DOCAT no momento existe a proposta de encontros formativos para dois anos que ainda estão sendo preparados para o Setor. Os encontros serão montados com dinâmicas, orações, questionamentos, momentos de ver e julgar, momentos de ação, momentos celebrativos e de lazer. A ideia é que cada capítulo seja trabalhado em períodos de dois meses. Para o Acamps está previsto que os párocos indicarão dois jovens animadores de sua paróquia. Quanto a Pastoral Universitária se desenvolverá formações acerca do que ela é e qual o motivo dela ainda não fazer parte do corpo do setor juventude, visto que Dom Carlos já questionou o fato de haver muitos jovens que estão perdendo a fé nas universidades. A grande pergunta é: O que poderemos fazer para atingir também estes jovens? Estrutura de trabalho Os trabalhos serão estruturados por eixos, será escolhido ainda, alguém como referência para cada objeto descrito nesta matéria, o que não foi definido até o momento. Os referidos eixos são:

1- financeiro: uma pessoa que cuidará em realizar um caixa dedicado para os encontros e formações. 2- Comunicação: pessoas destinadas às funções de notícias com os meios disponíveis, e contato com os membros acerca de informações importantes. 3- Espiritual: preparação dos momentos de oração, liturgia das celebrações, adorações etc. 4- Formação: estudo e organização dos materiais de apoio.

Atualmente os assessores do Setor Juventude diocesano são o Padre Daniel, o casal Heloísa e Renne, Irmã Valéria e os animadores Waddle, Soraya, Talita e Samara Conde.


35 visualizações