CENÓBIO: Multiplicadores para a Campanha da Fraternidade 2020


Como primeiro encontro formativo de 2020, a Diocese promoveu a capacitação para os Multiplicadores da Campanha da Fraternidade, realizada de sexta (24) à domingo (26) no Cenóbio da Transfiguração, que contou com a participação de mais de 100 pessoas, dentre leigos, religiosas e ministros ordenados.


A Campanha da Fraternidade (CF) é um instrumento de conversão pessoal, comunitária e social da Igreja no Brasil, realizada no tempo da Quaresma, e todos os anos traz reflexões que partem da realidade brasileira, iluminada pela luz da fé, para gerar ações concretas de transformação. O tema da CF 2020 é: “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e o lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34).


O encontro de multiplicadores é uma prática já tradicional na Diocese e visa preparar as equipes paroquiais da CF e os que irão promovê-la nas pastorais e movimentos diocesanos. Na sexta-feira à noite, a programação iniciou com uma celebração de abertura, no auditório maior do Cenóbio, seguida de uma exposição introdutória sobre o histórico da CF e a temática deste ano, realizada pelo Secretário Pastoral da Diocese, Victor Paiva,ofs.

O sábado foi dedicado ao estudo do Texto-Base da CF, material lançado pela CNBB para aprofundar o tema. Após as palavras provocadoras do bispo, Dom Carlos Verzeletti, os participantes realizaram uma Leitura Orante a partir do ícone da parábola do Bom Samaritano, iluminação bíblica da Campanha neste ano. No segundo momento da manhã e início da tarde, o sociólogo, Prof. Adalberto Moraes (Betinho), conduziu uma análise de conjuntura a partir do olhar da indiferença, que gera ameaças à vida no Brasil de hoje. Em seguida, o diácono Carlos Ney apresentou o segundo capítulo do Texto-Base, a partir da compaixão de Jesus e da revolução da ternura, proposta pelo Papa Francisco.


Durante a noite, foi projetado o filme de Santa Dulce dos Pobres, outra inspiração da CF 2020, e no domingo os trabalhos foram direcionados para as propostas de ação, segundo a realidade da Diocese, conduzidas novamente pelo Secretário Pastoral, Victor Paiva,ofs. O foco das propostas foi nas responsabilidades que terão as equipes paroquiais da CF e para aquilo que na Agenda da Diocese, deverá ser valorizado sob a lógica do cuidado da vida, como a Pastoral Familiar e o Ministério do Cuidado da Casa Comum.


Sobre o que a CF 2020 provoca na vida dos cristãos, o Prof. Adalberto Moraes, afirma: “Jesus nos convida a olhar com compaixão para o ser humano e cuidar dele. Para isso, nós temos que primeiro trabalhar a nossa sensibilidade de forma tal que sejamos capazes de individualmente fazer a nossa parte e ao mesmo tempo se agrupar nas várias instituições, conselhos, associações e todas as possíveis formas de se organizar, para cuidar das pessoas da maneira mais zelosa possível”.


Você pode ter acesso ao material disponibilizado nesta formação, clicando aqui:

https://drive.google.com/open?id=1YPZ22RQo8T2QcKYfjwK7NNEtwb1hIeL_

Para saber mais sobre a CF 2020 acesse o portal da CNBB: https://www.cnbb.org.br/

108 visualizações