INHANGAPÍ: Casa Comum, candidatos e espiritualidade


A Paróquia São Vicente Ferrer, de Inhangapí, realizou na manhã deste sábado (11), uma espiritualidade para os candidatos ao Ministério do Cuidado da Casa Comum, com o tema da Ecologia e Conversão Integral.


Este Ministério foi instituído por Dom Carlos Verzeletti, em sua Carta Pastoral de 2019: “Uma Igreja que se aproxima, escuta e ilumina as famílias, os jovens e as periferias”, com a esperança de que em cada comunidade haja esta pessoa que anima, promove e cobra iniciativas eclesiais e sociais na defesa do meio ambiente e da vida na sua integralidade.


O encontro de espiritualidade foi assessorado pelo leigo franciscano, Victor Paiva, ofs, Secretário Pastoral Diocesano, que trabalhou a questão da Espiritualidade e Ministério; as Dimensões Teológicas do Cuidado da Casa Comum e algumas implicações concretas, a partir da Encíclica do Papa Francisco, Laudato Si’. “É preciso ter clareza de que a Igreja não cuida da Casa Comum como uma ONG, mas como comunidade de discípulos missionários de Cristo que vivem a integralidade da sua fé com a força do Espírito Santo, que transforma e renova as relações”, destacou o assessor.

Os candidatos ao Ministério do Cuidado da Casa Comum da Paróquia São Vicente, após esta manhã de espiritualidade, continuarão o seu itinerário formativo e o árduo trabalho na limpeza dos rios e nascentes daquela região.


Central de Redação Diocesana

139 visualizações