Presépio vivo: uma forma de envolver quem observa


O Natal é de fato um momento mágico e que não termina, é vida que se renova, mas não fica só numa frase poética, vai muito além para quem é cristão, tem sentido de salvação, de vida resgatada pelo próprio Cristo Jesus. As pessoas preparam seus próprios presépios, as comunidades também preparam em suas capelas, e outra forma que existe de representar o nascimento de Jesus é o presépio vivo, modalidade que muitos grupos adotam e que serve para a comunidade participar diretamente da espiritualidade do Natal.


A foto acima é de uma comunidade em Igarapé-Açú, que vivenciaram o nascimento de Cristo através dos personagens bíblicos com pessoas da própria comunidade, aqueles que vemos na foto são; Felippe Barros – José, Gizely Amaral – Maria, Maria Luiza – anjo, José Benício – Jesus. “Parece que conseguimos sentir mais forte a alegria do nascimento de Cristo ao recebermos a comunidade com as palavras "Seja bem - vindo! Seja bem-vinda! Jesus está aqui!". Essas são as palavras dos atores quando testemunhavam as suas alegrias, e continuando afirmaram;“sentir a resposta de entusiasmo no sorriso das pessoas foi muito gratificante... Nos sentimos muito honrados em ter representado a sagrada família. Foi o nosso presente de Natal”.


Na Catedral Santa Maria Mãe de Deus, um presépio vivo também foi representado pelos funcionários, em uma celebração de Natal particular com Dom Carlos, durante a confraternização o Bispo Dom Carlos explanou a importância que têm de nos introduzirmos no presépio, procurando nos identificar com os personagens, viver o Natal mais profundamente, nos questionando quanto a nossa postura diante de Cristo. O presépio vivo atrai a atenção das pessoas, envolve quem observa e observando essa forma de representar o presépio algo novo sempre se manifesta aos expectadores.



21 visualizações