Missa dos Santos Óleos

Estamos quase para terminar o período quaresmal (que vai da quarta-feira de cinzas até o domingo de Páscoa), neste tempo é quando se intensifica as atividades da Igreja em relação as programações religiosas. Nesta manhã por exemplo (2 de abril), foi celebrada a Missa que consagra os óleos para as diversas celebrações como Crisma, Unção dos Enfermos e o Óleo dos Catecúmenos.

Uma celebração bonita e bem participada, onde os símbolos litúrgicos encantam a cada momento que acontecem. Os óleos que entram em procissão, são eles que nomeiam a celebração e por isso, tem maior destaque. Também nesta celebração, os padres renovam seus votos, o que acontece com um belíssimo círculo de sacerdotes ao redor do altar e fazem a Deus diante do Bispo a renovação dos seus votos.

O Óleo da Unção dos Enfermos entrou levado por um diácono e seguido de duas pessoas cadeirantes e idosas, o dos Catecúmenos de catequistas e o de Crisma com jovens e outras pessoas ao redor. Tudo com muita simbologia e ajudando as pessoas rezarem também pelo significado. Com isso, a Igreja mostra como e o quanto é importante na história e tradição em meio ao povo.

O conteúdo da Igreja, especialmente suas celebrações, não está pautado em ideias de qualquer pessoa, mas, de sacerdotes dedicados e cuidadosos com o que será oferecido a Deus, e atentos especialmente a voz do Senhor.

Ao final da missa Dom Carlos anunciou, em primeira mão, a criação da nova forania, desmembrando paróquias das antigas foranias de São José e Nossa Senhora Auxiliadora, sendo ela (a nova Forania), Nossa Senhora do Rosário.

 

Veja a homilia de Dom Carlos na íntegra aqui.

 

Please reload