Procissão do encontro

03/04/2015

Sexta Feira Santa na Catedral

 

 

 

Procissão do Encontro na Catedral já é uma prática que vem se tornando tradição e fazendo as pessoas rezarem e refletirem a Semana Santa, em plena sexta-feira da Paixão, com um novo olhar.

 

É um momento de procissões separadas, pois os homens vem de um lado da cidade e as mulheres de outro, provocando um encontro surpreendente e emocionante em frente a Catedral, local em que as duas procissões ficam até a saudação e um abraço solene de encontro, entre homens e mulheres.

A procissão dos homens seguiu presidida por Dom Carlos e a das mulheres pelo Padre Silvestre, cada uma delas com um jovem encenando os principais personagens da Paixão, Jesus e Maria.

 

Num texto bem elaborado os jovens encenaram falando acerca de violência e corrupção política. E para que você acompanhe melhor o que estamos dizendo, segue os trechos de maiores destaques:

Maria: Meu Filho querido, como poderia ficar alheia aos teus sofrimentos, na hora em que és vítima da violência, injustiça e da maldade humana? Meu sofrimento não é só por ti, […] Me compadeço da humanidade pecadora, obstinada a não encontrar os caminhos da reconciliação e da paz…

 

Jesus: Tu és a mãe da humanidade sofredora, condenados por exclusão social pela cor, por idade, por condição financeira, por religião, por gênero e por tantos outros males que circundam…

Maria: Ó Jesus, leva contigo na cruz, para converter os corações de nossos irmãos e irmãs que atuam na corrupção política, no descaso da saúde pública e tantos outros males que circundam a nossa sociedade.

Jesus: Derrama teu balsamo da bondade sobre as famílias arruinadas e destruídas pelo desamor, pela falta de diálogo e de tantos outros males…

Maria: Na tua cruz contemplo o amor maior que vence a violência, o pecado, a injustiça e que gera a vida em abundância…

A procissão iniciou por volta das 7 da manhã e só encerrou por volta das 9 com o abraço de encontro e perdão. Veja detalhes da Semana Santa no Face da Diocese e no próximo jornal COM.

Please reload