DOM CARLOS CELEBRA OS 402 ANOS DA CIDADE DE VIGIA

 

A cidade de Vigia de Nazaré tem duas grandes festas no mesmo dia, uma delas é a Epifania do Senhor e a outra, é o aniversário da cidade, uma das cidades mais históricas e de grande referência comercial desde sua fundação.

 

Dom Carlos Verzeletti presidiu a celebração na cidade e falou da seriedade da festa, explicando o fato de o começo da história do povo da cidade está ligada a festa dos Reis Magos.

 

A cidade de Vigia comemorou 402 anos de seu município, cidade estabelecida sobre a história dos Tupinambás e usada por muito tempo como posto alfandegário pelos colonizadores que controlavam os barcos que abasteciam a cidade de Belém. O município foi criado em 6 de janeiro de 1616, seis dias antes da fundação da também cidade paraense Belém do Pará, por Francisco Caldeira Castelo Branco durante sua expedição de conquista do Grão-Pará.

 

Em uma história traçada entre o governo da época e a ação social da Igreja através de escolas, representadas naquele tempo na missão dos Jesuítas, esta cidade fez história e cresceu com a sua gente.

 

É uma cidade conhecida pela expressiva fé de seu povo. As principais atividades econômicas de Vigia são o pescado e atividade rural que juntamente com o centro comercial movimenta praticamente toda a econômia da cidade. Podemos citar também a implantação de lojas, de grandes redes de farmácias, perfumaria, eletroeletrônicos e móveis, entre outras.

 

Cidade com grande potencial e importância histórica, porém em sua homilia o Bispo Dom Carlos ressaltou que o perigo de uma cidade que tem uma longa história, é de olhar só para trás e esquecer do presente.

 

Ainda durante a homilia, o Bispo tornou a dirigir-se às famílias, falando a acerca de questões como: de estar mais unida, não deixando que os aparelhos telefônicos tirem o amor e a comunicação das mesmas, fato que já foi debatido nos presépios da Diocese no Natal.

 

 

Please reload