TERMINOU A CAMINHADA

29/07/2019

Podemos dizer que terminou a caminhada para os jovens. Porém, essa caminhada começou com a reflexão de Dom Carlos sobre os discípulos do caminho de Emaús, e para que seja colocada em prática, a primeira coisa a descartar é a primeira frase deste parágrafo, pelo fato que exatamente no caminho de Emaús, o sentido se dá quando o Cristo aparentemente os deixa sozinhos, só que aquele distanciar deixa com eles mais que uma presença, deixa a recordação dos seus gestos, e são esses gestos que os fazem dar-se conta que quem esteve com eles foi o próprio Jesus.

 

É normal que agora, depois de passada a caminhada os jovens estejam em suas casas recontando os momentos bonitos que lhes tocaram por esses dias, ali diante do mar, da brisa, do sol e da chuva, pois os próprios jovens reconheceram que até o clima encontrado lá, também foram dons de Deus. Talvez alguns tenham até do que se lamentar, porém, cada situação ali vivida foi a forma que Deus encontrou de se aproximar, seja pelo o que causou alegria ou pelo o que causou tristeza, mas será ao longo dos dias que isto se confirmará, quando surgir uma saudade boa não somente das situações, mas também dos amigos que Deus permitiu fazer, pessoas que te ajudarão ou não, mas que ao longo do tempo é também o Senhor quem dirá qual será a missão ao lado de cada um. O caminho de Emaús é muito mais importante por aquilo que deixa, suscita e constrói.   

 

Please reload