Quem espera alcança ou se cansa

Deus está demorando. Em tempos de super velocidade, se uma mensagem demora mais que um minuto para ser enviada, uma crise se instaura na vida de quem está todo o tempo colado nas telas e atado às redes; se um voo atrasar mais que trinta minutos, é o suficiente para atrapalhar as próximas 48 horas de quem tem a vida inteira planejada na sua agenda. O Evangelho, que é sempre atual, contemporâneo, parece mostrar um Deus que se atrasa e que pede para esperar a pessoas que esqueceram o que significa este verbo.

 

Estamos mergulhados numa ansiedade estéril. Roemos as unhas à espera de quê? Nossa aflição em fitar os ponteiros do relógios é para a chegada de quem? Os servos do Evangelho esperam por alguém que lhes garante a vida, alguém com quem mantém uma íntima ligação de afetividade, eles têm um senhor, que apesar de ausente, prometeu retornar, ainda que num dia inesperado e numa hora imprevista. Se se têm a referência do Senhor, a espera tem sentido, logo vale a pena se preparar. Essa é uma espera fecunda, repleta da certeza de que o que se espera virá.

 

As crianças sabem das coisas! Elas sim sabem! Esperam, ansiosas, a chegada do pai, pois têm certeza que ele virá; mesmo sem saber ver as horas no relógio de ponteiro, acreditam e confiam na promessa que escutaram no começo do dia, que lhes parece ter sido feita anos atrás tão longo lhes são os dias. Por isso o Senhor nos pede o coração de uma criança: que sabe confiar e esperar.

 

Abraão, pai da fé, ensina o mesmo. Esperou em Deus, confiou Nele, inteiramente; considerou digno de fé o outro da promessa. A promessa da salvação chegou àqueles que se mantiveram firmes, intrépidos, como Abraão, como Sara, como o povo fiel... como o pequeno à espera do papai.. como o servo fiel, que conhece a vontade do Senhor e estava com as mangas arregaçadas e as lâmpadas acesas, prontos para abrir-Lhe a porta. E qual não será a sua alegria, após a espera, que muitas vezes pode ser dura e pesada, o Senhor o fizer sentar-se e lhe servir? Bem aventurado será este servo, que soube esperar a vinda do seu Senhor. Aliás, sua esperança é tão certa, que se espera o que já está presente de alguma forma, pois aquele servo sabe que seu tesouro é o Senhor, por isso seu coração está nele, logo o Senhor está presente naquele que o ama e Nele confia.

 

Please reload